Jucurutu: Médico nega atendimento a idosa de 82 anos

Na tarde de hoje, Josineide Rita dos Santos  ligou para nosso Blog acusando um médico que estava a serviço do povo no Posto de Saúde da comunidade São Braz de negar atendimento a uma idosa. Segundo a moradora, sua sogra, uma idosa de 82 anos, estava reclamando de uma forte dor de cabeça, e aproveitando a presença do médico no postinho levou a sogra ao ” Doutor “, que segundo ela, ele foi bem ignorante, usando as seguintes palavras: “ Eu não vou mais atender, meu atendimento encerrou. Porque você não trouxe ela antes? Pra dor de cabeça o remédio é dipirona”.

Sequer questionou o motivo da dor, a idade dela, ou pediu para a técnica verificar a pressão e antes de tudo deveria ter se preocupado com o estado da paciente independente de ser “só” uma dor de cabeça que cura com dipirona. Imagine uma idosa de 82 anos, vai ao postinho a pé precisando de atendimento médico, e ainda tem que passar por um constrangimento desses? Penso que a dor da cabeça da coitada fez foi aumentar.

O nome do médico? O blog sabe o nome do médico!  Mas nossa intenção não é “denigrir” imagem de ninguém e sim mostrar que nós estamos de olho no atendimento público e vamos conscientizar cada vez mais as pessoas sobres seus direitos para que elas por si comecem a cobrar, a exigir e assim minimizar esse tipo de comportamento omisso e descompromissado com a sociedade.

Jucurutu: Vereador reclama da falta de remédios no PSF de Barra de Santana

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

O vereador Jubira Saldanha indignado com a falta de atenção da Secretaria de Saúde do município para com a população do Distrito de Barra de Santana, fez um apelo na Rádio Comunitária de Jucurutu, cobrando do Secretário, abastecimento de medicamentos no postinho da comunidade para poupar o trabalho dos moradores que tem que vir à rua, apenas pegar “uma dipirona”. A unidade atende 770 famílias abrangendo todo povoado vizinho como o Sítio Santana e Recanto que também sofre com a falta de medicamentos no posto.

Descaso em Jucurutu: Vítima de acidente sofre por falta de ambulância e raio-x

Recebemos uma denúncia que a vítima do acidente de moto no início da noite de ontem, terça-feira (6) próximo a Churrascaria do Zorro, Josimária Gomes de Oliveira foi socorrida em cima da viatura da polícia devido a falta de ambulância na cidade.
Josimária ia na garupa com seu filho que conduzia a moto sentido bairro Novo Horizonte quando outra mota se chocou na traseira, derrubando mãe e filho. O condutor da segunda moto, supostamente embriagado, vinha em alta velocidade e evadiu-se do local sem deixar pistas.
Mamara como é mais conhecida por muitos da cidade, precisou ser socorrida por uma ambulância mas devido a falta do transporte rápido, a mesma teve que ser levada em cima da viatura da polícia.
Josimária está com fortes dores no hospital deitada numa maca, com suspeita de fratura lombar e até o dia de hoje o hospital ainda não disponibiliza a ambulância para transportar a paciente até Caicó para fazer o exame de raio-x de urgência.

O prefeito há alguns meses falou na rádio comunitária da cidade, que já havia resolvido o problema do aparelho, um conserto que custaria R$ 20 mil, ele conseguiu através de pechinchas por um valor de R$ 2 mil…( Antes ele tivesse feito um conserto que preste né?)

A Família e a paciente pede as providências e que resolvam logo este descaso público!

Prefeito, pare de blá blá blá e trabalhe por esse povo que você diz considerar!

Barra de Santana: Agricultores responsabilizam gestores de Jucurutu pela liberação de água em ensecadeira

Do Blog Marcos Dantas

Barra de Santana

Tubulação que joga a água da ensecadeira no Rio – Foto: Marcos Dantas

O novo conflito causado pela crise hídrica está acontecendo na Zona Rural de Jucurutu, principalmente na Barra de Santana. Desde que começou a construção da Barragem de Oiticica, o consórcio responsável improvisou uma espécie de ensecadeira, que já acumula alguns milhões de metros cúbicos d’água, suficiente para garantir água aos mais de 4 mil agricultores que dependem dela até o próximo inverno.

Mas tudo isso está ameaçado depois que gestores de Jucurutu exigiram que o Consórcio EIT jogasse a água rio Piranhas abaixo, para alimentar um poço que a CAERN usa para captar água e abastecer a zona urbana. A preocupação dos moradores é que dificilmente a água chegará ao referido poço, já que em mais de uma semana a água sequer correu 5 dos 15 quilômetros necessários para alcançar o objetivo da Caern, e ainda correndo o risco de deixar os agricultores sem água.

bomba

A bomba do Consórcio funciona 24 horas – Foto: Marcos Dantas

“Jucurutu tem uma adutora que foram gastos mais de 2 milhões de reais. E aí? Nós não temos culpa se ela não funciona. Queremos é que essa liberação de água pare imediatamente, porque daqui a alguns dias a água nem vai chegar no poço da Caern, e vai faltar para mais de 4 mil agricultores daqui dessa região”, disse Janúncio Bezerra em nome da comunidade, ao Blog do Marcos Dantas.

Então, para que servirá um Teatro?

A prefeitura de Jucurutu está convidando toda a população a participar da inauguração do (Centro de Eventos) com uma atração cultural “de fora”, além de não ser um artista conhecido pela população.
Poucas pessoas sabem, mas na carta justificativa para solicitar um teatro para nossa cidade, indica que a cidade tem São João, quadrilhas juninas, carnavais, canto de coral, peças teatrais, e principalmente, valorizam a arte e a cultura com shows de artistas da terra.
A informação que a população conhece é que não tem mais Carnaval, não tem mais São João, apenas sobrevive a Noite de Natal e olhe lá! Se eles valorizaram os artistas da terra, não seria mais viável ter convidado artistas locais para se apresentar no evento marcado para amanhã, sexta-feira (3)?
A quadrilha Junina da cidade de Jucurutu deu show por várias cidades do estado e o apoio que eles tiveram da prefeitura foi apenas o transporte! Isso é uma vergonha!
O povo gostaria de ver por exemplo, a Nação Junina da cidade se apresentando no evento de amanhã… Mais um sinal claro da falta de apoio dos nossos gestores à cultura local. Cada ação do prefeito, é um repudio. Ele não consegue contornar as coisas.

Jucurutu: Filas na madrugada é a realidade da população

Boi selado

 

 

O blog recebeu informações que hoje (02) as pessoas que precisam de atendimento médico no Distrito de Boi Selado, estão desde as 3h da manhã na fila para conseguirem atendimento com o médico Dr. Luciano marcado para as 14h da tarde desta quinta-feira (2). 
De acordo com as informações Dr. Luciano vai atender 100 pessoas de Boi Selado e redondezas.

“ Tive que chegar aqui de 3h, pois ele ficou de atender além do povo de Boi Selado, o do Adeque e da Jangada. Se não chegar no escuro aqui, a gente perde.” Disse uma moradora da comunidade.

Essa é a saúde da “União Grande” que Jucurutu oferece! Quem precisa de atendimento tem que madrugar na fila. Esta Blogueira quando fazia faculdade em Assú, presenciou várias vezes idosos de madrugada à espera por atendimento médico no postinho de saúde do centro da cidade.
Isso não existe, é um maltrato a população, é o oposto do que foi prometido em discurso de campanha! As pessoas não merecem que as coisas fiquem pior do que já eram, elas apostaram e acreditaram numa mudança que não foi cumprida!

Falta de água faz empresário perfurar poço artesiano em Jucurutu

Segundo informações repassadas ao Blog, o dono das óticas Mirnas preocupado com a falta de água e com o prejuízo que esta situação pode acarretar, tomou iniciativa e com recursos próprios furou um poço para que assim seus apartamentos e pontos comerciais continuem funcionando.

A população pede que a prefeitura também tome alguma iniciativa, e resolva este problema! Temos uma adutora, mas não temos uma bomba eficiente e tal ineficiência foi pauta de uma audiência pública entre MP e MPF ano passado na câmara municipal de vereadores, na qual o único representante do povo presente foi o vereador Márcio Soares e até hoje essa adutora encontra-se parada e nada fazem para regularizar o abastecimento e resolver a vida das famílias jucurutuenses que há muitos anos vem sofrendo com esse descaso do poder público.

Lembrando que a população sofre com essas omissões desde o ano de 2012.