Pauta Zero: Veja a mensagem do Juiz de Direito Dr. Mark Clark- Comarca Jucurutu

Dia 09/04/2019, data história para a Comarca de Jucurutu tendo em vista que hoje atingimos a chamada pauta zero no Juizado Especial. Isso significa dizer que não há nenhum processo concluso para despacho, decisão ou sentença, e que todos os processos que se encontravam nessas condições foram analizados, apreciados e dado o devido seguimento pelo Juiz da Comarca.

Importante registrar que ao assumir a Comarca de Jucurutu, o quadro que se apresentava naquela época, início de setembro de 2018, era de 413 processos conclusos para sentença, sendo 282 parados há mais de 100 dias; 125 conclusos para decisão, destes 56 parados há mais de 100 dias; e 296 processos conclusos para despacho, onde 79 estavam parados há mais de 100 dias.

De fato, o resultado de excelência atingido com o pauta zero do Juizado Especial da comarca de jucurutu foi obtido com planejamento e esforço conjunto de todos os servidores, sem os quais e sem a participação de cada um, tal intento não seria posssivel de ser alcançado.

A importância desse resultado para aqueles que bustam o serviço do judiciário em Jucurutu é evidente. As demandas do juizado especial são aquelas que fazem parte do dia a dia do cidadão.

E mostrar à sociedade o resultado de que os processos estão todos andando e tramitando com celeridade, sendo julgados pelo juiz da comarca e em seguida efetivados pela secretaria judiciária, aumenta consideralvelmente a sensação de prestação de justiça para o jurisdicionado.

Separando os processos por matéria, fixando metas a serem atingidas ao final de cada mês, reuniões com as equipes do gabinete e da secretaria, entre outras, foram medidas de gestão adotadas para que esse resultado fosse atingido.

Toda a equipe de Jucurutu está de parabéns! esse resultado não é um mérito apenas do magistrado, mas um mérito de toda a equipe, sem a qual o juiz não conseguiria concretizar esse marco histórico para a Comarca de Jucurutu, atingindo a pauta zero.

Jucurutu/RN, 10 de abril de 2019.

Mark Clark Santiago Andrade Juiz de Direito

PARABÉNS! O blog parabeniza toda equipe!!!

Conclusão da restauração da RN-118 pauta cobrança ao Governo do RN

Os deputados Gustavo Carvalho (PSDB), Nélter Queiroz (MDB) e Ezequiel Ferreira (PSDB) chamam atenção para a necessidade da retomada e conclusão dos trabalhos de restauração estrutural da rodovia RN-118, no trecho entre as cidades de Jucurutu e Caicó, na região Seridó. O objetivo é que a obra seja retomada o mais rápido possível, atendendo assim a um pleito da população de Jucurutu.

Em pronunciamento na manhã desta quarta-feira (10), o deputado Gustavo Carvalho (PSDB) reiterou a necessidade de recuperação da via que está em péssima condição de tráfego, prejudicando o transporte de cargas entre municípios do Seridó e do Oeste do Estado.

“Os motoristas que percorrem o trecho diariamente estão tendo prejuízos com seus carros, em função dos grandes buracos no velho asfalto da rodovia. Os motoristas levam até uma hora para cruzar um trecho pequeno”, afirmou Vivado Costa (PSD) em aparte. O deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB), também já fez reiterados requerimentos no mesmo sentido para que a obra seja concluída.

A RN-118 é de grande importância para o desenvolvimento econômico do Seridó, do Vale do Açu e do Oeste do Estado, fazendo a ligação com a rodovia Federal BR-226, em Jucurutu.  O trecho é utilizado diariamente por moradores das cidades de Jucurutu, Caicó, São Rafael, Florânia, Assu e Triunfo Potiguar, entre outros.

Justiça Eleitoral acaba com todas as seções da Zona Rural de Jucurutu

A 27ª Zona Eleitoral, que compreende os municípios de Jucurutu e São Rafael, no dia 22 de março do corrente ano, publicou o Edital n.º 015/2019 que transferiu os locais de votação de todas as seções da zona rural de Jucurutu para a zona urbana da referida cidade, o que se deu por necessidades de ordem técnica, de acordo com o edital.

Ciente da situação, o Partido Progressista em Jucurutu, através de seu presidente, o advogado Julinho Queiroz, solicitou maiores informações acerca do que motivou as mudanças nas seções dolocais de votação na zona eleitoral que abrange o município de Jucurutu, a fim de tomar as providências no sentido de reaver tal mudança.

Julinho confessa ter recebido a mudança com perplexidade e estar preocupado com os eleitores da zona rural de Jucurutu, que, na sua totalidade, agora terão que se deslocar até a zona urbana para exercer sua cidadania através do voto, o que fez com que, em paralelo, pedisse a revogação da medida.

Não duvido da boa vontade Justiça Eleitoral, mas, de primeira análise, me parece que a decisãode trazer todas as pessoas que votam na zona rural para votar na zona urbana vai de encontro ao ideal democrático que se busca com eleições, na medida em que está se distanciando o acesso ao voto, ou seja, a Justiça Eleitoral precisa estar mais próxima do cidadão, ainda mais em uma cidade com Jucurutu onde uma grande parte da população vive na zona rural. Foram por essas razões que solicitamos os motivos que levaram o Juízo a fazer a mudança, ao mesmo tempo em que já pedimos a revogação do ato que tirou o direito do homem e da mulher do campo de votar no local mais próximo de sua casa.”, finalizou Queiroz.