Tenente Laurentino: Concursados emitem nota e destacam a ausência de interesse da gestão em resolver a situação

Fonte: Blog Tonny Washington – Concursados através do Edital n° 001/2014 no município de Tenente Laurentino Cruz emitiram uma nota a população relatando os últimos acontecimentos sobre o certame, que passa por processo junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN):

 

 Nota:

“ENCONTRO COM A FRUSTAÇÃO

Há alguns meses, temos vivido um contexto de profunda frustração, insegurança e decepção por parte dos concursados que assumiram seus cargos no último concurso Edital n° 001/2014 na cidade de Tenente Laurentino Cruz, chegando ao estopim com uma série de acontecimentos desagradáveis, dentre eles a possibilidade de nulidade do mesmo. Toda essa conjuntura pode ser explicada por vários fatores, pois contra fatos não existem argumentos e nem possibilidades de inverdades infundadas. Dentre esses podemos citar: A falta de transparência da gestão, que inclui a omissão de informações, andamentos e esclarecimentos no tocante ao descumprimento de responsabilidades fiscais, documentais e declarativas para com o TCE (Tribunal de Contas do Estado), o descaso junto a ausência de interesse em resolver a situação e a incompetência dos que estão envolvidos nos trâmites do concurso supracitado.

Diante disso, o sentimento é de impotência e revolta, na medida em que observa-se vários pais de família que dependem dessa estabilidade para sobreviver e de tantas pessoas que por meritocracia, esforço e dedicação passaram nesse concurso. É triste perceber que muitos, na realidade se sentem felizes com o seu possível cancelamento, e outros tantos que detém na mão o poder de resolver fazem vista grossa a um assunto tão sério que inclusive prejudica-os, isto é, todos sairão prejudicados se isso acontecer.

Portanto, a única coisa que podemos fazer, já que essa não foi e nem nunca será uma responsabilidade nossa, mas que, primeiramente, pela humanidade e em segundo, porque se trata dos nossos direitos enquanto servidores públicos, é que estamos nos movendo para que esse assunto torne-se de domínio público e possamos manifestar nosso desejo de que esse problema se resolva o mais rápido possível. Contudo, mais do que qualquer outra coisa, esse texto é um desabafo que deixa claro o quanto temos que evoluir em termos de educação, ética, moral, respeito e interpessoalidade. Porém, devemos ter “esperança”, como bem frisou Cortella, não a esperança do verbo esperar, mas a do verbo esperançar que significa ir atrás, ir buscar, não desistir.

Queremos esclarecimento!

Queremos solução!

Contra o desinteresse!

Contra a incompetência!

Por mais informações!”

 

“Concursados” TLC-001/2014

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *