Resultado do Fies sai dia 30 de junho

O FIES 2016 já tem dia e hora para acontecer. As inscrições abrem agora em junho e ficam poucos dias no ar. É importante ficar de olho nas datas para não perder o processo seletivo que pode garantir o sonho de cursar uma universidade.

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é o maior programa de crédito educativo do Brasil. Com ele é possível receber ajuda para fazer um curso superior em faculdade privada e só começar a pagar a dívida depois da formatura, com juros bem abaixo do valor de mercado e prazo de vários anos.

O Governo Federal dá duas chances por ano a quem quer pedir financiamento estudantil. Uma em janeiro, para entrada no primeiro semestre, e outra em junho, para entrada no segundo.

Se você quer conseguir o financiamento ainda este ano, não pode perder essa chance.

Descubra tudo o que é preciso fazer para participar e quando sai o resultado do FIES 2016!

 

Quando começa o FIES 2016?

Neste segundo semestre de 2016, o FIES acontece entre os dias 24 e 29 de junho. O período é curto: começa na sexta-feira e se encerra às 23h59 da quarta-feira.

Quem perder o prazo só vai poder tentar novamente em 2017. O Ministério da Educação (MEC) não irá prorrogar as inscrições nem aceitar pedidos de atrasados.

 

Resultado do FIES 2016

O resultado do FIES 2016 não demora a sair. No dia seguinte ao encerramento de inscrições, em 30 de junho, já serão divulgados os nomes dos aprovados em primeira chamada.

O participante deve checar o resultado na página do FIES Seleção.

Quem não for escolhido em primeira chamada não deve desanimar. O FIES tem uma lista de espera e pode ir convocando novos participantes aos poucos. A dica é acompanhar todo o processo pelo site.

 

Quem pode participar do FIES 2016?

O FIES é um programa do Governo Federal voltado a estudantes de baixa renda. Nos últimos anos vem passando por modificações importantes e em 2015 tornou-se um processo seletivo.

Para participar, o candidato precisa ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010 e ter obtido, no mínimo, 450 pontos na média das provas objetivas e nota acima de zero na redação.

Também é preciso apresentar renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa.

O MEC prioriza alguns cursos e regiões. A maior parte dos financiamentos vai para as áreas da Saúde, Engenharia e cursos de licenciatura em microrregiões com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Se você já usou o FIES alguma vez, ou está com o pagamento do Programa de Crédito Educativo (PCE-Creduc) atrasado, não pode pedir o FIES.

 

Como será o processo seletivo do FIES 2016

O processo seletivo do FIES é similar ao do Sisu e do ProUni. No período de inscrições (de 24 a 29 de junho), o candidato deve acessar o site do FIES Seleçãoe informar alguns dados.

Feito isso, ele terá acesso a uma lista com todos os cursos, instituições, turnos, campi, cidade, etc., disponíveis nesta edição.

Daí basta escolher uma vaga e observar se a sua nota do Enem permite entrar no curso desejado. Caso não permita, é possível buscar novas opções com notas de corte mais baixas. Entenda a seguir como funciona a nota de corte do FIES.

 

Nota para passar no FIES 2016

Desde que se transformou em processo seletivo, o FIES passou a escolher os candidatos com as melhores notas no Enem. Quem teve um bom desempenho em qualquer prova do Exame desde 2010 terá mais chances de obter o financiamento estudantil nesta edição.

A nota de corte é a pontuação mínima para conseguir o financiamento e pode ir mudando ao longo do período de seleção. Os fatores que fazem a nota subir são a popularidade da instituição, o tipo de curso, a nota dos outros participantes e a cidade onde está localizada a faculdade.

Medicina, Direito e Engenharia, por exemplo, vão exigir notas mais altas, especialmente em instituições mais conhecidas.

O ponto positivo é que o candidato pode ir acompanhando as notas de corte e mudar de opção quantas vezes quiser, até achar um curso que aceite seu desempenho. Ele pode mudar tanto o curso quanto a instituição, o campus e o turno até o último minuto de inscrição.

 

O que fazer se for aprovado no FIES 2016?

Se você conseguir o FIES no curso desejado, deve fazer o cadastro em outro sistema, o SisFIES. O prazo é de cinco dias úteis a partir de 1ode julho (para os selecionados na primeira chamada).

Na sequência, terá um prazo para comparecer à faculdade onde conseguiu a vaga, depois a uma agência do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal para assinar o contrato.

Fonte: Mundo do Vestibular

 

 

:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *