Natal perde posto de cesta básica mais barata entre capitais, diz Dieese

feijao
Feijão sofreu o maior aumento entre os produtos que compõem a cesta em Natal (Foto: Antônio Luiz/EPTV)

Do G1RN – Natal não tem mais a cesta básica mais barata entre as capitais brasileiras. É o que aponta o levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgado nesta segunda-feira (6). De acordo com o levantamento do Dieese, que leva em consideração dados colhidos em maio, Natal foi superada por Rio Branco, capital do Acre.

De acordo com o estudo, 17 das 27 capitais brasileiras registraram aumento no preço das cestas básicas no mês de maio. Natal sofreu um pequeno aumento, de 0,90%, fechando o mês com um preço médio de R$ 337,49. Enquanto isso, Rio Branco registrou uma redução de 2,49% no valor da cesta básica, fechando o mês com a cesta básica comercializada a R$ 335,31.

Os produtos que mais contribuíram para o aumento do valor da cesta básica em Natal foram o feijão (10,57%), a farinha (6,08%) e a manteiga (4,40%). Enquanto isso, a queda nos valores do tomate (-7,02) e açúcar (-2,40%) impediram um aumento mais relevante no preço global da cesta na capital potiguar.

Segundo o estudo do Dieese, considerando os valores de maio de 2016, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 3.777,93, mais de quatro vezes mais do que o salário mínimo vigente, de R$ 880,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *