Vixe… Imagem feita da Estação Espacial Internacional mostra América do Norte tomada por fumaça de incêndios no Canadá

Imagem foi divulgada pelo astronauta britânico Tim Peake nas redes sociais
Imagem foi divulgada pelo astronauta britânico Tim Peake nas redes sociais

O incêndio que atinge a Província de Alberta, na região central do Canadá, desde semana passada tem tomado proporções cada vez maiores e já pode até ser visto do espaço.

Imagens divulgadas pelo astronauta britânico Tim Peake, da Estação Espacial Internacional, mostram a região da América do Norte tomada pela fumaça originada dos incêndios em Alberta. É possível notar uma massa branca sobre o continente, que estaria vindo justamente do fogo que tem se alastrado pelas terras canadenses.

Até o último final de semana, o fogo já havia tomado conta de uma área de 1,6 mil km², maior do que toda a cidade de Nova York.

O incêndio começou no domingo, 1º de maio, e já forçou mais de 100 mil pessoas a serem evacuadas da região. Dezenas de milhares deixaram o local em mais de 300 voos efetuados dali para a capital da província, Edmonton.

Até o momento, não foram registrados mortos ou feridos em decorrência do incêndio, e as causas dele ainda estão sendo investigadas.

Segundo as autoridades locais, o fogo ainda poderá durar semanas e até meses – principalmente se as temperaturas continuarem altas na região e se não cair nenhuma chuva considerável.

Mais de mil bombeiros estão envolvidos na missão de apagar o incêndio, além de 150 helicópteros, 295 escavadeiras e 27 aviões-tanque.

Uma das cidades mais atingidas, Fort McMurray, é o centro da produção de petróleo da Província de Alberta. A grande preocupação é que o incêndio atinja os próprios locais de produção e tome proporções ainda maiores – no entanto, o fogo tem se afastado da cidade, gerando um alívio para o país.

fogo

Por BBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *