Portaria garante continuidade de Centros de Referências em Direitos Humanos

direitos humanos

O Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos apresentará, nesta semana, uma portaria com as novas diretrizes dos Centros de Referência em Direitos Humanos e Igualdade Racial garantindo, portanto, a continuidade da ação. A informação foi repassada pela ministra Nilma Lino Gomes, nesta terça-feira (10), para a senadora Fátima Bezerra e a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Angela Paiva.

“O Centro de Referência do Rio Grande do Norte é uma referência na matéria de promoção dos direitos humanos no estado. Uma política como essa, de apoio à população carente, não pode parar. Ela precisa ser preservada e ter continuidade”, afirmou a senadora.

Os Centros de Referência em Direitos Humanos foram criados pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, em 2011, nas capitais e em cidades de médio porte de todos os estados brasileiros. Hoje, são dezenas de centros em todo o país, que atuam no encaminhamento, na orientação e na assistência às vítimas de violações, além de outras atividades fundamentais para a garantia dos direitos humanos, como a difusão de conhecimento e saberes relacionados aos direitos e cidadania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *