Cuidado: Golpe do WhatsApp promete versão exclusiva do aplicativo de mensagens

BBtqL5H

Mais um dia, mais um golpe do WhatsApp: se você recebeu um misterioso “convite” para participar de uma versão “gold” ou “golden” do aplicativo, que só seria utilizado por celebridades, corra para as montanhas — a versão VIP nada mais é que um golpe que pode roubar dados do smartphone dos usuários.

Junto com o convite, a pessoa recebe um link — de acordo com a mensagem, que promete que a atualização terá recursos exclusivos, como chamadas em vídeo e a possibilidade de enviar até 100 imagens de uma vez só, você precisa clicar na URL para baixar a versão premium do aplicativo de mensagens. No entanto, ao acessar o link, o usuário acaba baixando vários malwares, arquivos nocivos que conseguem espiar dados de navegação e roubar dados importantes (como senhas de cartão de crédito) das pessoas.

De acordo com o Metro, o texto da mensagem começa com: “Hey, Finally Secret WhatsApp Golden version has been leaked. This version is used only by big celebrities. Now we can use it too!“, dizem (“Ei, finalmente a versão secreta do WhatsApp Dourado vazou! Essa versão só é usada por grandes celebridades. Agora nós podemos usá-la também”, diz a tradução) — por enquanto, a mensagem só foi encontrada em dispositivos que usam o Android.

Se você receber mensagens do tipo, NÃO CLIQUE no link anexado e delete o conteúdo imediatamente. Também vale a pena avisar as pessoas que lhe enviaram o convite de que se trata de um vírus — e que o aparelho delas está distribuindo malware.

Se você viu essa reportagem tarde demais e clicou no link, saiba que é possível remover os arquivos nocivos do aparelho. Para isso, é necessário desligá-lo e reiniciá-lo em modo de segurança (um procedimento que é diferente para cada modelo de celular).

Ao reiniciar o smartphone em modo de segurança, use o gerenciador do dispositivo para encontrar o aplicativo nocivo e removê-lo. O meio mais fácil de identificá-lo é pela data de instalação. Após remover o malware, reinicie o dispositivo normalmente para verificar se o procedimento deu certo — para saber mais, acesse o site do Olhar Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *