RN: Suinocultura é opção para a agricultura familiar

Intercâmbio técnico foi promovido pelo escritório de Mossoró
Intercâmbio técnico foi promovido pelo escritório de Mossoró

A equipe da Emater-RN em Mossoró realizou, no dia 15 de abril, um intercâmbio técnico sobre suinocultura, com o objetivo de socializar uma experiência bem sucedida no sítio Canudo, zona rural de Governador Dix Sept Rosado. A propriedade, pertencente ao agricultor familiar Francisco Cláudio Cavalcante, mantém uma criação de suínos e recebeu a visita de outros agricultores da região, representantes do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Baraúna, representantes da Cooperativa Coopercaju, de Serra do Mel, e extensionistas da Emater-RN.

Segundo o engenheiro agrônomo do escritório regional de Mossoró, Alberto Hudson Souza Costa, o intercâmbio também teve o objetivo de desmitificar os mitos e verdades sobre o consumo da carne suína.

O produtor resolveu migrar da bovinocultura para a criação de suínos, que tem custos reduzidos em relação aos cuidados gerais e alimentação. Atualmente, a criação é composta por 101 animais das raças Large White, MS 115, Landrace e Moura. Os reprodutores e as primeiras matrizes foram adquiridos na EMBRAPA, no estado de Santa Catarina.

Durante o intercâmbio, os agricultores conheceram as instalações destinadas à criação de suínos, observando sua funcionalidade, conforto térmico, dieta dos animais através de uma ração balanceada, à base de soja, milho, farelo de trigo e sais minerais, ofertados três vezes ao dia. O produtor repassou informações sobre a qualidade da carne, ganho de peso dos animais e eficiência produtiva levando em conta a genética, manejo e sanidade.

Após a visita à unidade de produção, o grupo debateu sobre os mitos e verdades relacionados ao consumo da carne suína. Essa ação teve como facilitadora a analista de extensão rural e nutricionista do escritório regional de Mossoró, Leila Paiva.

A extensionista mostrou os cuidados ao escolher uma carne de boa qualidade e os perigos de se consumir carne suína sem o devido preparo. Também foi amplamente discutida a qualidade nutricional da carne suína, onde alguns cortes podem obter níveis de colesterol inferior ao frango e à carne bovina. Ao final da palestra, um vídeo mostrou as mais variadas maneiras de se preparar a carne suína e as formas de aproveitamento das outras partes do animal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *