Ezequiel Ferreira solicita Ronda Cidadã e Vila Cidadã para Ceará-Mirim

A inclusão da cidade de Ceará-Mirim, distante 28 quilômetros de Natal, em programas socais e de segurança pública é o pleito do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), ao Governo do Estado. Via requerimentos remetidos à Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), e à Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, (Sesed), o deputado solicitou que a cidade receba o projeto “Vila Cidadã” e “Ronda Cidadã”.

Ezequiel Ferreira justifica que Programa Vila Cidadã é importante por trazer cidadania para o povo, aproximando o governo da população e também fomentando o emprego. Além das ações de cidadania, o Vila Cidadã também contempla empreendedores com linha de crédito facilitadas no programa de microcrédito coordenado pela Agência de Fomento do RN (AGN).

“Diante da importância do Projeto, solicito que na próxima edição do Vila Cidadã, os moradores do município de Ceará-Mirim, que tem hoje quase 73 mil habitantes (IBGE/2015), sendo mais de 30 mil residentes em distritos e comunidades rurais, sejam contemplados com o programa”, acrescenta o deputado. 

Quanto ao “Ronda Cidadã”, implantado recentemente em Natal e já sinalizado para Parnamirim, o deputado Ezequiel Ferreira explica que Ceará-Mirim está bastante vulnerável quanto a segurança pública. “As estatísticas revelam um aumento muito grande de vítimas de todas as práticas criminosas. Portanto, a população pede a implantação do Projeto Ronda Cidadã para contenção da criminalidade. Portanto, com o objetivo de deter a criminalidade solicito ao Governo do Estado que atenda a reivindicação para o município de Ceará-Mirim, na Região Metropolitana”, justifica.

O “Ronda Cidadã” trabalha a questão do policiamento em duas frentes: a reativa e proativa. A primeira, conta com o pelotão atuando na prevenção e repressão qualificada, a partir do Patrulhamento Motorizado Ronda Cidadã (viaturas), Patrulhamento Motorizado Ronda Cidadã com motocicletas, Patrulhamento Ronda Cidadã a pé e pelo Patrulhamento Ronda Cidadã com Bicicletas (Ciclo patrulhas); o segundo, com o pelotão proativo, o trabalho foca no acolhimento e inclusão social, por meio do Ronda Cidadã Escolar, Ronda Cidadã de Visitas Comunitárias, Ronda Cidadã de Apoio às Vítimas de Violência, que funcionará nos moldes da Lei Maria da Penha, da Base Móvel Ronda Cidadã e do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *