Cesar Cielo fica em 3º no Maria Lenk e está fora da Olimpíada

Nadador fica em 3º nos 50 m e está fora da Olimpíada
Nadador fica em 3º nos 50 m e está fora da Olimpíada

Único campeão olímpico da natação brasileira, Cesar Cielo, 29, está fora dos Jogos do Rio, entre 5 e 21 de agosto.

 

Nesta quarta-feira (20), o velocista chegou na terceira posição na final da prova dos 50 m livre no Troféu Maria Lenk, no Rio, disputado dentro do novo centro aquático erguido no Parque Olímpico da Barra. Ítalo Duarte e Bruno Fratus serão os representantes do Brasil nos 50 m.

Pela manhã, Cielo havia nadado 21s99 e obtido o melhor tempo entre os oito classificados para a final. À tarde, ele até melhorou a marca (21s91), mas foi superado por Duarte (21s82), que terminou na segunda posição. Fratus venceu a prova com 21s74.

Na saída da piscina, o campeão olímpico chorou, mas mostrou apoio aos classificados.”O Brasil está indo com os melhores, estará muito bem representado [nos Jogos]. Boa sorte a eles, vou torcer muito”, afirmou. “Desculpa pai, desculpa mãe, dessa vez não deu”, completou.

Na última segunda-feira (18), Cielo chegou a obter índice olímpico nos 100 m livre com um cronômetro de 48s97, porém abdicou de disputar a final à tarde. Outros seis nadadores do país também conquistaram índice na prova com tempo melhor que o dele.

Segundo a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, por esse motivo é possível dizer que Cielo não disputará nenhuma prova dos Jogos Olímpicos do Rio.

Sobre a possibilidade de integrar a equipe do revezamento 4 x 100 m livre por meio de um convite, ele também descartou. “Seria injusto, não seria certo e não seria bom. O Brasil definiu aqui os melhores nadadores”, afirmou.

 

ANO DIFÍCIL

O paulista vinha pressionado depois de uma temporada muito ruim em 2015, na qual desistiu do Mundial de Kazan e da primeira seletiva olímpica nacional, em Palhoça (SC), durante os eventos.

Depois do ano ruim, ele se mudou para os EUA em janeiro, para treinar com Scott Goodrich em Scottsdale, no Arizona. Levou para lá a mulher, Kelly, e o filho, Thomas.

Folha de S. Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *