Quatro trabalhos de procuradores do MPF/RN são finalistas do Prêmio República

Um total de 81 trabalhos foram inscritos em todo o Brasil

 

Quatro trabalhos desenvolvidos por procuradores que atuam no Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) foram selecionados como finalistas do IV Prêmio República de Valorização do MPF. A escolha dos concorrentes pela Comissão Julgadora ocorreu na última segunda-feira, 18, e a cerimônia de premiação será dia 10 de maio.

Três dos trabalhos desenvolvidos no MPF/RN irão concorrer na categoria “Controle Externo da Atividade Policial e Sistema Prisional”. São eles “Audiência de Custódia”, de Cibele Benevides e Kleber Martins; “Combate ao desperdício de alimentos nas Penitenciárias Federais – os poderes extraprocessuais do MPF em prol do Patrimônio Público no Sistema Penitenciário Federal”, de Emanuel Ferreira; e “Emergência Fabricada”, de Cibele Benevides, Victor Mariz, Kleber Martins, Clarisier Azevedo, Ilia Freire, Fernando Rocha e do promotor de Justiça Emanuel Dhayan.

Já na categoria “Combate à Corrupção”, o procurador da República Kleber Martins é um dos autores do trabalho “Ranking Nacional dos Portais da Transparência”, junto de Eduardo El Hage, Ronaldo Pinheiro, Renata Batista, Maria Marília de Moura, Luiza Cristina Frischeinsen, Alexandre Schneider e Antônio Cabral.

Para chegar aos finalistas, foram analisadas pela comissão mais de 14 mil páginas de material, além de vídeos e fotos. “Selecionamos trabalhos excepcionais, que merecem aplausos não somente do Ministério Público, mas de toda a sociedade brasileira”, declarou o presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, José Robalinho. Para ele, as iniciativas são dignas de reconhecimento e devem ser replicadas pelo país.

Os vencedores serão conhecidos em cerimônia de premiação a ser realizada no dia 10 de maio, em Brasília (DF). Todos os finalistas receberão certificado de participação. Aqueles que não residem na capital federal terão as despesas de passagem e hospedagem custeadas pela ANPR, responsável pelo evento.

O IV Prêmio República recebeu 81 inscrições. Além das duas categorias nas quais os trabalhos do MPF/RN concorrem, serão premiados também os vencedores nos segmentos de “Constitucional e Infraconstitucional”; “Criminal”; “Consumidor e Ordem Econômica; “Meio Ambiente e Patrimônio Cultural; “Comunidades Tradicionais e Minorias”; “Direitos do Cidadão”; “Eleitoral”; “Responsabilidade Social”; “Jornalismo Impresso”; “Jornalismo TV”; e “Jornalismo WEB”.

 

Com informações da ANPR.

Cesar Cielo fica em 3º no Maria Lenk e está fora da Olimpíada

Nadador fica em 3º nos 50 m e está fora da Olimpíada
Nadador fica em 3º nos 50 m e está fora da Olimpíada

Único campeão olímpico da natação brasileira, Cesar Cielo, 29, está fora dos Jogos do Rio, entre 5 e 21 de agosto.

 

Nesta quarta-feira (20), o velocista chegou na terceira posição na final da prova dos 50 m livre no Troféu Maria Lenk, no Rio, disputado dentro do novo centro aquático erguido no Parque Olímpico da Barra. Ítalo Duarte e Bruno Fratus serão os representantes do Brasil nos 50 m.

Pela manhã, Cielo havia nadado 21s99 e obtido o melhor tempo entre os oito classificados para a final. À tarde, ele até melhorou a marca (21s91), mas foi superado por Duarte (21s82), que terminou na segunda posição. Fratus venceu a prova com 21s74.

Na saída da piscina, o campeão olímpico chorou, mas mostrou apoio aos classificados.”O Brasil está indo com os melhores, estará muito bem representado [nos Jogos]. Boa sorte a eles, vou torcer muito”, afirmou. “Desculpa pai, desculpa mãe, dessa vez não deu”, completou.

Na última segunda-feira (18), Cielo chegou a obter índice olímpico nos 100 m livre com um cronômetro de 48s97, porém abdicou de disputar a final à tarde. Outros seis nadadores do país também conquistaram índice na prova com tempo melhor que o dele.

Segundo a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, por esse motivo é possível dizer que Cielo não disputará nenhuma prova dos Jogos Olímpicos do Rio.

Sobre a possibilidade de integrar a equipe do revezamento 4 x 100 m livre por meio de um convite, ele também descartou. “Seria injusto, não seria certo e não seria bom. O Brasil definiu aqui os melhores nadadores”, afirmou.

 

ANO DIFÍCIL

O paulista vinha pressionado depois de uma temporada muito ruim em 2015, na qual desistiu do Mundial de Kazan e da primeira seletiva olímpica nacional, em Palhoça (SC), durante os eventos.

Depois do ano ruim, ele se mudou para os EUA em janeiro, para treinar com Scott Goodrich em Scottsdale, no Arizona. Levou para lá a mulher, Kelly, e o filho, Thomas.

Folha de S. Paulo

Ministro e novo reitor do IFRN destacam luta de Fátima pela educação

ministro

A cerimônia de posse do novo reitor do Instituto Federal do Rio Grande do Norte foi marcado por muita emoção com a presença do ministro da Educação e da senadora Fátima Bezerra.Tomou posse o novo reitor Wyllys Abel Farkatt, que assume após gestão de sucesso do professor Belchior de Oliverira Rocha.

No evento o ministro da educação, Aloizio Mercadante elogiou a atuação do ex-reitor e da senadora Fátima na conquista dos novos campi do Instituto Federal no Grande do Norte, levando às cidades pólo do interior do estado o ensino técnico e profissionalizante em todo o Brasil.

Veja o vídeo AQUI

Walfredo Gurgel é o primeiro hospital do NE a implantar telemedicina

telemedicina

Mais uma parceria entre o Ministério da Saúde (MS) e o Hospital Israelita Albert Einstein traz benefícios à assistência prestada aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que chegam ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG). Através do envio de informações sobre a condição de saúde do paciente, uma interação entre profissionais médicos (um do hospital e um do Einstein) proporcionará a conclusão de um diagnóstico com maior segurança. O Walfredo Gurgel é o primeiro hospital do NE a contar com a nova tecnologia.  

O sistema funciona através de uma máquina que realiza uma conferência com áudio e vídeo. A ideia é que este contato com um outro profissional possa servir como uma segunda opinião, nas situações em que o médico não tiver totalmente certo sobre que procedimentos deve adotar com determinado paciente.  

Os primeiros testes e treinamentos aconteceram durante a terça-feira (19). Pela manhã, um paciente foi avaliado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Bernadete e a conversa aconteceu entre os médicos sem intercorrências na comunicação. À tarde, um novo teste na UTI Geral também obteve sucesso.  

A máquina que permite a interação entre os profissionais é equipada com teclado, monitor, duas câmeras (sendo uma de última geração), microfone e headset. Toda a comunicação é feita através da internet. Para os casos neurológicos, as conversas poderão acontecer de domingo a domingo, das 10h às 13h. Já os casos clínicos contam com assistência 24h.    

Para que a comunicação entre os médicos possa acontecer, primeiro é necessário que o profissional do Walfredo insira em um miniprontuário eletrônico (smart consult) o maior número de informações possíveis sobre o quadro de saúde do doente. Em seguida, uma chamada com vídeo conecta os dois profissionais que discutem o caso até chegar a um denominador comum. Todos os dados inseridos do paciente ficam gravados na máquina, caso seja necessário um novo acesso.  

Para facilitar a conversa entre as partes, o sistema permite o envio online de documentos em formato jpeg, doc, pdf e xls. Também há a possibilidade do envio de imagens direto do PAX (raio-x digital) do Walfredo Gurgel para o consultor do Einstein.  

Segundo a diretora geral do HMWG, Maria de Fátima Pereira Pinheiro, para os casos de sepse (infecção generalizada), trauma e Acidente Vascular Encefálico (AVE), por exemplo, as medidas que serão adotadas pelo médico assistente (o profissional do Walfredo) serão mais ágeis. “Para situações assim, o Albert Einstein já possui protocolos muito bem definidos e formalizados”, diz Fátima. A máquina também possui rodas e atenderá a todos os pacientes internos em setores assistenciais do hospital.

Henrique Alves tem CNH retida após se negar a soprar bafômetro em Natal

cnh de henrique

Ex-ministro do Turismo foi parado em blitz na madrugada desta quinta (21). Operação Lei Seca prendeu 16 pessoas; 6 PMs também foram autuados.

O ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB) se recusou a fazer um teste de bafômetro ao ser parado em uma blitz realizada pela Polícia Militar e Detran na madrugada desta quinta-feira (21) na Zona Sul de Natal. “Como não soprou o aparelho, a carteira de habilitação dele ficou retida”, afirmou o capitão Styvenson Valentim, coordenador da Operação Lei Seca no estado. Seis policiais militares também foram autuados.

Ainda segundo o capitão, Henrique Alves tem até cinco dias úteis para ir ao Detran reaver o documento. “Sem o teste do bafômetro não ficou comprovada a ingestão de bebida alcoólica. Assim, ele não vai responder criminalmente. Mas, ele ainda vai responder administrativamente e vai pagar multa de R$ 1.915,40”, explicou Styvenson. O G1 tentou falar com a assessoria de Henrique, mas não conseguiu contato.

Ainda de acordo com o capitão, a blitz realizada na madrugada terminou com 16 pessoas presas e 132 CNHs recolhidas. A fiscalização aconteceu na rotatória da avenida Engenheiro Roberto Freire com a Rota do Sol, via de acesso às praias do litoral Sul potiguar.

Um carro oficial do Estado foi apreendido. O veículo era conduzido por um policial militar, que também foi autuado por ser recusar a soprar o bafômetro. PMs da Paraíba, Pernambuco e de Brasília também irão responder administrativamente.

Fonte: G1RN

Ler mais clique AQUI