‘Safadão morreu e é substituído por sósia desde 2015’, diz teoria na internet

WESLEY SAFADÃO

Wesley Safadão, sabe quem é? Pois se você é brasileiro, dificilmente não saberá. Pode não ter ouvido, não gostar, mas sabe que ele é um dos cantores de maior sucesso e mais bem remunerados no Brasil. E que morreu em 2015 e… Como assim?!

Até hoje, 2016, Wesley faz shows no Brasil inteiro. Não só isso: tem um dos maiores cachês do cenário nacional. Mas há uma teoria que rola na internet que dá conta que o cantor morreu em 2015 e, desde então, é substituído por um sósia.

A suposta morte teria acontecido em 10 de março do ano passado. Na data, a equipe de Wesley Safadão realmente sofreu um acidente de carro. Na vida real, o cantor fez vídeo rapidamente demonstrando que estava bem. Na teoria de seu cão Hilan Diener, morreu e foi trocado por uma sósia.

A sósia em questão seria Nathan, cantor da banda Safadões do Forró [veja foto dele abaixo]. Para corroborar sua teoria, o fã se apega às roupas e ao jeito do que ele chama de “novo Wesley”. Ele afirma que o sósia, em seus shows, está com estilo “mais gótico” para “passar aos fãs, de maneira subliminar, que algo não anda bem”.

NATAN

“Perceba que antes Safadão usava roupas coloridas e alegres. Hoje, Nathan [sósia] está sempre de preto, bar

ba por fazer e visual punk/agressivo. Nathan expressa esteticamente como o show business é terrivelmente obscuro, faz de tudo para lucrar”, afirma a teoria do fã.

Para finalizar, o fã afirma que um dos maiores sucessos do Safadão é, também, a prova de sua morte. Hilan garante que a música “Aquele 1%” fala repetidas vezes sobre alguém que é “99% anjo, perfeito” para homenagear um Wesley Safadão morto e que estaria no céu, como um anjo.

 

Pois é, a internet consegue ser bem criativa…

Yahoo Notícias

No dia do jornalista, jornalista morre atropelada enquanto fazia reportagem sobre acidente

Crédito da Foto: Reprodução Facebook
Crédito da Foto: Reprodução Facebook

Uma estudante de jornalismo de 20 anos morreu atropelada na rodovia BR-153, na manhã de quinta-feira (7), em São José do Rio Preto (SP). Laura Karan Jacob era estagiária do jornal Diário da Região foi atingida por uma carreta enquanto cobria o acidente entre dois caminhões que interditou a rodovia durante a madrugada.

De acordo com informações da polícia, o motorista do caminhão, que estava carregado com cerca de 40 toneladas de farelo de soja, disse que não teve tempo de frear nem desviar da jovem, atingida enquanto atravessava a rodovia, publicou o G1.

No momento do acidente ainda havia pessoas saqueando a carga de um dos caminhões envolvidos no acidente da madrugada. A polícia diz que a movimentação na pista pode ter contribuído para o atropelamento.

O jornal divulgou uma nota lamentando o acidente ocorrido nesta quinta-feira, quando é comemorado o Dia do Jornalista.

Confira a íntegra:

É com profundo pesar que o Grupo Diário da Região informa que faleceu hoje, 7 de abril de 2016, a colaboradora Laura Karan Jacob, 20 anos, estagiária de jornalismo, vítima de acidente automobilístico nesta manhã, na rodovia Transbrasiliana (BR-153), no trecho urbano de São José do Rio Preto.

Laura, que era estudante do 4º ano de jornalismo da faculdade Unirp, de São José do Rio Preto, estava no local para coletar informações a respeito de outro acidente, ocorrido no mesmo ponto da estrada. O Grupo Diário da Região lamenta a fatalidade e está prestando toda a assistência aos familiares.

A sede regional do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo diz que emitirá uma nota de pesar e vai apurar o fato da estagiária estar no local do acidente.

 

FONTE: Yahoo Notícias

Projeto de Márcia Maia garante meia-entrada para profissionais de comunicação

Marcia

No Dia do Jornalista, dia 7 de abril, a deputada Márcia Maia (PSDB) apresentou à Assembleia Legislativa Projeto de Lei que institui a meia-entrada para profissionais de comunicação. Caso aprovado, serão beneficiados com o desconto em estabelecimentos públicos ou privados de entretenimento no Estado do Rio Grande do Norte, jornalistas, radialistas, repórteres fotográficos e cinematográficos.

De acordo com o Parágrafo Único  do Projeto, a meia-entrada corresponderá sempre à metade do valor cobrado no ingresso, ainda que sobre o seu preço incidam descontos promocionais em estabelecimentos que realizarem espetáculos musicais, artísticos, circenses, teatrais, cinematográficos, atividades sociais, recreativas e quaisquer outras que proporcionarem manifestação cultural e lazer.

Segundo a deputada, para cumprimento da lei, os profissionais referidos terão que provar sua condição com a apresentação de carteira de registro profissional ou documento atual emitido pelas entidades de classe que representem as suas categorias.

“O presente Projeto de Lei não visa trazer privilégio às categorias abrangidas, mas sim, dignificar e incentivar a promoção de cultura e lazer no nosso Estado, possibilitando a estes profissionais que trabalham em comunicação social, o maior acesso aos estabelecimentos citados, prestando um serviço à sociedade como agentes multiplicadores de divulgação da cultura e arte”, justifica o projeto de lei.

“Não há que se falar também em queda de receita por parte dos organizadores, pois há outros mecanismos legais como a Lei Federal de Incentivo à Cultura, com recursos disponíveis para projetos. Com este viés, é que peço aos meus pares a sensibilidade e apoio para aprovação do presente projeto de lei”, registra a deputada Márcia Maia.

Homem que escalava hotéis para furtar é preso em Natal

ladrão de hoteis

Uma ação conjunta da Delegacia Especializada de Assistência ao Turista (DEATUR) e da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR) resultou na prisão em flagrante de Willame da Silva Barbosa, 23 anos, na manhã desta sexta-feira (08). Ele é suspeito de ter subtraído vários objetos que estavam em quartos de hotéis ou pousadas, localizadas na Praia de Ponta Negra, escalando os prédios e entrando pelas janelas.

Willame da Silva Barbosa foi preso quando estava no interior de um hotel, localizado na Via Costeira, com uma bolsa furtada. Ele confessou à Polícia Civil que já tinha subtraído objetos como celulares, dinheiro, máquina digital, relógio e notebook. O suspeito estava em regime de prisão semiaberto.

VÍDEO: Cantora é picada por cobra, continua show e morre no palco

Do Correio 24horas – Irma Bule, da Indonésia, se recusou a tomar o soro antiofídico e decidiu continuar o show após o acidente

A cantora pop indonésia Irma Bule, 29 anos, morreu após ser picada por uma serpente durante um show. A apresentação aconteceu em Karawang, na região de Java Ocidental, Indonésia e a serpente fazia parte do espetáculo.

Irma foi picada na perna por uma cobra-rei. Os produtores da cantora conseguiram o soro antiofídico para reverter o efeito do veneno, porém, a artista se recusou a tomar a medicação e continuou com a apresentação.

Cerca de 45 minutos após o acidente, Irma entrou em colapso e caiu no palco. Ela chegou a ser levada para um hospital da região, porém, já chegou sem vida. A cobra-rei está entre as mais mortais do planeta e a sua picada é capaz de matar um elefante.

irma_bule-20160405-006-rita

VEJA VÍDEO:

Prefeitura de Acari/RN autoriza realização de concurso público para 126 vagas

O prefeito do município de Acari, Isaías de Medeiros Cabral, no uso de suas atribuições, autoriza a realização de Concurso Público para o preenchimento dos cargos de provimento efetivo do Quadro Permanente. A responsabilidade pela realização do concurso ficará a cargo da Associação Técnico Cientifica Ernesto Luiz de Oliveira Junior – ATECEL.

O prazo para lançamento do edital de abertura do concurso será de até 30 (trinta) dias contados da data de publicação da Portaria nº 023/2016.

DAS VAGAS

Ao todo serão oferecidas 126 vagas divididas entre Advogado (01), Agente Administrativo (05), Agente de Endemias (04), Agente Social (01), Assistente Social (05), Atendente de Consultório Dentário (06), Auxiliar de Biblioteca (01), Auxiliar de Serviços Gerais (10), Bibliotecário (01), Bioquímico (01), Contador (01), Cuidador de Crianças e Adolescentes com Necessidades Especiais (40), Educador Físico (01), Enfermeiro (06), Farmacêutico (01), Fiscal de Obras e Postura (01), Fiscal de Tributos (01), Fiscal de Vigilância Sanitária (02), Fisioterapeuta (02), Fonoaudiólogo (01), Gari (05), Médico Clínico Geral (03), Médico Veterinário (01), Motorista (07), Nutricionista (01), Odontólogo – Cirurgião Dentista (05), Operador de Máquinas pesadas (05), Orientador Social (04), Pedagogo (04), Professor de Artes (02), Professor de Ciências (01), Professor de Geografia (01), Professor de História (01), Professor de Informática (02), Professor de Inglês (01), Professor de Língua Portuguesa (01), Professor de Matemática (02), Professor Nível I (13), Psicólogo (02), Psicopedagogo (01), Técnico Agrícola (01), Técnico de Enfermagem (06), Técnico de Laboratório (01) e Terapeuta Ocupacional (01).

Portaria nº 023/2016.

 

Leia mais AQUI

Portal N10

Macau: MP e Polícia alertam para retenção de cartão de benefício de idosos

idoso

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através da 1ª Promotoria de Justiça de Macau, com a Delegacia de Polícia Civil daquela cidade deflagraram quarta-feira (6) trabalho para coibir a prática de retenção de cartões de benefícios sociais de idosos por parte dos comerciantes locais.

Na ocasião, foi cumprido mandado judicial de busca e apreensão em estabelecimentos comerciais e residência do empreendedor que supostamente realizaria esse crime contra os idosos da cidade.

Por meio de denúncias anônimas foi que o MPRN tomou conhecimento sobre o fato de que comerciantes locais mantinham idosos comprometidos com dívidas em seus estabelecimentos. A prática consiste em vender “fiado”, geralmente alimentos, para os idosos e ficar com o cartão de aposentadoria na loja, como forma de garantia de quitação da dívida.

A 1ª Promotoria de Justiça alerta que a população pode procurar o Ministério Público para fazer denúncias de casos semelhantes para que o fato seja investigado e a prática coibida.

MPRN

Nota do Enem e emancipação são suficientes para garantir certificado de ensino médio

O secretário estadual da Educação deverá emitir o certificado de Conclusão do Ensino Médio, para uma estudante com idade inferior a 18 anos, com base nas notas por ela obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A decisão é do desembargador Dilermando Mota e segue a jurisprudência do Tribunal de Justiça potiguar, a qual releva o critério etário, quando este se torna o único impedimento para o estudante alcançar o nível superior pretendido, como foi o caso dos autos.

A decisão destacou que as notas da candidata foram, em todas as provas, superiores ao mínimo exigido de 450 pontos, sendo a mais baixa a de 580.5, bem como superou a pontuação mínima exigida para a nota de redação, tendo obtido 560 pontos.

O relator do recurso, desembargador Dilermando Mota, ainda destacou a Portaria Normativa MEC nº 807/2010, a qual possibilita, expressamente, a utilização dos resultados do Enem como certificação para a conclusão do ensino médio. “Entendo que tem razão a estudante, menor de 18 anos, porém devidamente emancipada pelos pais, aprovada em processo seletivo para ingresso em universidade federal”, ressalta Mota.

A vedação ao certificado, que foi negada pelo ente estatal, fere, segundo a decisão, o princípio da razoabilidade e o acesso à educação, consagrado constitucionalmente, tendo em vista que a estudante comprovou a sua maioridade civil, o que anula a sua incapacidade nos termos do artigo 5º do Código Civil.

TJRN

Tribunal de Contas determina ressarcimento de R$ 4,3 milhões por irregularidades na Fundação José Augusto

 

????????????????????????????????????

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) determinou, em sessão da Primeira Câmara realizada nesta quinta-feira (07), o ressarcimento ao erário de R$  4.317.413,82 por irregularidades detectadas na execução de projetos culturais na Fundação José Augusto. Foram condenados os ordenadores de despesa da FJA nos anos de 2003 a 2006, entre eles o então presidente François Silvestre, diretores e coordenadores financeiros e administrativos, coordenador de obras e outros servidores, além de empresas prestadoras de serviços.

Segundo os termos do voto relatado pelo conselheiro Gilberto Jales, acatado por unanimidade pela Primeira Câmara, a equipe técnica da Diretoria de Administração Indireta do Tribunal de Contas encontrou irregularidades na realização de serviços de engenharia, principalmente na construção de Casas de Cultura; contratação de apresentações musicais cuja realização não foi comprovada; e não comprovação da destinação de passagens aéreas.

Em relação aos serviços e obras de engenharia, a equipe técnica do TCE identificou a utilização irregular de R$ 2.172.580,40, a partir de “práticas que se materializaram predominantemente no pagamento por serviços não executados ou valores pagos em quantitativos maior que o devido, ou, ainda, de compra de materiais sem identificação de sua destinação, além de constatado casos pontuais de superfaturamento de preços”. Fazem parte da lista de obras com problemas a construção de 13 casas de cultura e obras no Teatro de Cultura Popular, Teatro Alberto Maranhão, Forte dos Reis Magos, Mercado Público de Martins e no próprio prédio da Fundação José Augusto.

Entre os problemas encontrados, o voto lista o pagamento, na Casa de Cultura de Lajes, por 527 pontos elétricos, quando o prédio só possui 276 pontos; a revisão de assoalho na Casa de Cultura de Caicó numa área de 408 metros quadrados, quando o prédio só possui 220 metros quadrados; na Casa de Cultura de Macau, onde o prédio tem 600 metros quadrados, foram pagos 1.150 metros quadrados de cobertura. Além disso, o reboco da Casa de Cultura de Santa Cruz custou R$ 200 o metro quadrado enquanto que o preço de referência é R$ 15,60.

O pagamento por apresentações culturais cuja realização não foi comprovada consumiram R$ 2,134 milhões. A maior parte desse valor diz respeito ao que ficou conhecido popularmente como “foliaduto”. A Fundação José Augusto contratou 11 apresentações musicais a serem realizadas em dezembro de 2005, 21 apresentações de bandas e músicos durante o carnaval de 2006 em municípios do RN e 40 grupos musicais para os festejos juninos em Natal.

“Registrou-se, ainda, que não houve o detalhamento das apresentações musicais contratadas, não constando a identificação dos grupos musicais, datas ou locais dos eventos”, aponta o relator no seu voto. Para Jales, não há dúvidas sobre a caracterização do dano erário. “A imputação de dano ao erário apresentada pela equipe de inspeção está fundamentada em firmes elementos de convicção”, ressaltou.

Devem ressarcir os danos ao erário, de maneira solidária, os gestores da FJA à época François Silvestre de Alencar, José Antônio da Câmara Filho, Laércio Bezerra de Melo, Ione Bezerra da Cunha, Cícero Duarte da Costa e Sérgio Wiclife Borges de Paiva, além das empresas ACDLIS, Construtora Aurora Ltda., BASE Construções, Serviços e Projetos Ltda., I&M Construções Ltda., Construções e Empreendimentos Mercantis, Melo Construções Ltda., M.A. Produções e Eventos, e Super Star Promoções e Eventos.

 

Auditoria Operacional

A Primeira Câmara determinou também a inclusão de uma auditoria operacional no plano de fiscalização do Tribunal de Contas para “fins de avaliação dos programas, projetos, atividades e ações, voltando-se, no presente caso, à área de incentivo cultural” e a realização por parte da Controladoria Geral do Estado de uma tomada de contas especial para “identificação dos responsáveis e quantificação do dano decorrente do fato apurado na inspeção extraordinária quanto ao abandono do prédio que sedia a Casa de Cultura de Macau”.

 

Veja a íntegra do voto no link abaixo:

Clique aqui para efetuar o download do anexo desta Notícia

TCE

Projeto da UFRN e HPPSL pesquisa benefícios da corrida para tratamento da dependência

OK_-aniversario-de-Curitiba0520032015-e1460040554495

Portal N10 – A implantação de um programa pioneiro de extensão e pesquisa envolvendo a atividade física da corrida e seus benefícios no tratamento da dependência química foi tema de reunião promovida, no último dia 31 de março, no Hospital Psiquiátrico Severino Lopes (HPPSL). O encontro contou com a participação da equipe interdisciplinar do hospital e dos professores da UFRN dos departamentos de Educação Física, Biofísica e Farmacologia, Vanessa Rachetti e Eduardo Torres; como também de alunos do mestrado, Marcus Vinícius, e de doutorado, Kell da Costa.

O programa proposto pretende avaliar e entender como a atividade de corrida pode auxiliar no controle da ansiedade e na diminuição do estresse dos dependentes químicos. A equipe do projeto pretende selecionar um grupo de pacientes avaliando o antes e o depois para observar o que acontece no cérebro desses participantes, como por exemplo o aumento da irrigação e estímulo de áreas cerebrais. A intervenção da pesquisa será feita num intervalo de 3 meses, podendo vir a se tornar uma ação permanente com a participação da graduação da UFRN.

 

LEIA MATÉRIA COMPLETA AQUI