Revezamento da chama olímpica é oportunidade única para a promoção do RN

IMG000000000107372

O Rio Grande do Norte foi o 24° estado a receber a reunião de preparação do revezamento da tocha das Olimpíadas de 2016. O evento foi realizado na tarde desta segunda-feira, 7, e reuniu membros do comitê de organização dos jogos, além de representantes dos governos Federal, Estadual e Municipal. A chama olímpica chega ao RN no dia 4 de junho, e passará por sete cidades, o que é para o governador Robinson Faria, uma oportunidade única de promoção turística.

“Nestes dias, as Olimpíadas serão no Rio Grande do Norte e todo o mundo se voltará para as nossas qualidades. A passagem da chama olímpica pelos municípios potiguares fortalece algo que nós estamos trabalhando muito em nosso governo: o turismo. Este setor tem sido muito importante para segurar a economia, o comércio e os serviços em nosso estado”, destacou o líder do executivo estadual.

Robinson ainda realçou as características do povo potiguar. “Queremos mostrar que o nordestino é ainda mais forte no quesito calor humano. Vamos, no Rio Grande do Norte, fazer o dever de casa. Se algum estado for receber medalha de ouro por carinho, calor humano e determinação, eu volto sem medo de errar que será o RN”. A tocha olímpica passará nos dias 4 e 6 de junho por Natal, São José de Mipibu, Parnamirim, Lajes, Angicos, Assu e Mossoró.

O Ministro dos Esportes, George Hilton, mostrou-se bastante otimista com o legado que será deixado para o país. “Não é uma Olimpíada do Rio de Janeiro, é uma Olimpíada de todo o Brasil. Com o revezamento da tocha, antecipamos a festa da Olimpíada para todo o país e vamos mostrar nossa unidade ao mundo. É hora de estarmos unidos porque somos maiores que qualquer crise”, assinalou.

Ao todo, a chama passará por 329 cidades brasileiras até chegar ao Rio de Janeiro, quatro meses depois. Serão 20 mil quilômetros percorridos, além de 10 mil milhas aéreas, com 12 mil condutores. O secretário de Assuntos Federativos da Presidência da República, Olmo Dantas, explicou que a ideia da reunião, que está acontecendo em todos os estados desde o final do ano passado, é nivelar com os prefeitos a melhor forma de realizar a condução da tocha em suas cidades.

“É uma excelente oportunidade pra mostrar o que o RN tem de melhor. O mundo inteiro estará de olho no estado nestes dois dias. Mais de 40 mil jornalistas, entre credenciados e não, estarão aqui mostrando a cultura e a gastronomia potiguar”, afirmou Dantas.

Os números apresentados pelo Ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, demonstram a magnitude e o alcance mundial do evento, bem superior à Copa do Mundo 2014. Enquanto o torneio de futebol teve representantes de 32 países, nos Jogos Olímpicos serão 206. O número de jornalista deve saltar de 14 mil jornalistas para 40 mil, e o número de expectadores em todo o mundo, passa de 2,4 milhões em média, para mais de 5 bilhões.

General Marco Aurélio Vieira, diretor executivo do Comitê Organizador dos Jogos, assinalou que as olimpíadas representam hoje “o maior espetáculo da terra”. “Os jogos são a maior operação de não guerra que acontece no mundo de quatro em quatro anos. E revezamento da chama é uma oportunidade de mostramos pra o mundo que temos condições de realizar um grande evento. Após os jogos, a autoestima do Brasileiro estará muito melhor”, pontuou.

Tocha Olímpica

 

Chama Paralímpica

O Rio Grande do Norte é considerado um dos grandes celeiros do esporte paralímpico mundial. Diante disso, foi anunciado em primeira mão pelo general Marco Aurélio, que Natal será a única capital do Nordeste por onde passará a chama olímpica.

E na ocasião, o ministro dos Esportes entregou um certificado de reconhecimento esportivo por 10 anos ininterruptos de participação no programa Bolsa Atleta do Governo Federal. Receberam os certificados os atletas Genezi Alves (Natação Paralímpica), Alexandre Magno da Silva (Judô de Cegos), Ecildo Oliveira (Tênis de Mesa) e Patrício Bezerra (Natação Paralímpica).

Na ocasião, o governador Robinson Faria anunciou que o governo está trabalhando para a regulamentação do Bolsa Atleta estadual.

Entre as autoridades que participaram do evento, ainda estavam presentes os deputados estaduais José Adécio e Tomba Farias, o prefeito de Mossoró e presidente da Federação dos Municípios, Francisco José Silveira Júnior, o secretário municipal de Esporte de Natal, Luiz Eduardo Machado, o secretário estadual de Esportes, Canindé de França, a reitora da UFRN,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *