Grupo Ritz-G5 investe em hotel no aeroporto de São Gonçalo

Investimentos no setor imobiliário e de turismo – entre eles um estudo de mercado para a instalação de um hotel no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante – foram assuntos tratados em reunião realizada ontem (8) entre o governo do estado e investidores asiáticos, na Governadoria, em Natal.

O grupo formado por diretores da incorporadora multinacional Ritz-G5, consultores do mercado financeiro e advogados de Singapura e da Malásia foi recebido pelo governador Robinson Faria e pelo secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Flávio Azevedo, para apresentar interesse em continuar investindo no estado e no Brasil.

De acordo com os diretores da empresa, a comitiva veio a Natal para realizar uma visita técnica com o objetivo de fazer o planejamento dos seus negócios e buscar novas oportunidades. No Brasil, a Ritz-G5 Brasil é baseada na capital potiguar, tendo atualmente quatro grandes projetos na área imobiliária e três no setor hoteleiro, de acordo com o diretor de Marketing, Fernando Lessa. Ainda segundo ele, em breve os investimentos no setor hoteleiro serão expandidos para outros estados do país. No Nordeste, há previsão de instalação de dois hotéis com bandeira Accor em João Pessoa na Paraíba, além do que está planejado para São Gonçalo do Amarante.

Durante a reunião de cortesia, o diretor da Ritz-G5 em Singapura, Jarsonn Chua, afirmou que o grupo pretende fazer mais investimentos em terras potiguares. Disse ainda que o Rio Grande do Norte é divulgado constantemente em eventos realizados pela incorporadora nos países asiáticos.

Alguns dos negócios anunciados foi o hotel da bandeira Ibis no aeroporto de São Gonçalo do Amarante, que está em fase de estudo de viabilidade e um empreendimento que engloba 11 condomínios residenciais em Pium, município de Parnamirim, Região Metropolitana de Natal.

Os investidores ouviram do governo informações a respeito de incentivos estaduais concedidos às empresas que desejam se instalar no RN. Robinson Faria lembrou a redução das taxas cobradas sobre o combustível de aviação, que beneficiou as companhias aéreas que operam no estado. Segundo o governador, isso favoreceu a chegada de três novos vôos internacionais, desde o inicio de sua gestão. O governador também destacou o Programa de Apoio Desenvolvimento Industrial (Proadi) e a maior atenção dispensada pelo Executivo às concessões ambientais e habite-se.

“Em um ano, entregamos 5 mil licenças. O equivalente aos cinco anos anteriores”,  destacou o governador. “O estado hoje tem segurança jurídica para o investidor. E ficamos felizes quando recebemos um grupo como esse, que confia na nossa visão empreendedora. Nosso papel também é esse: de fortalecer a indústria, o setor hoteleiro e imobiliário e garantir emprego para a população potiguar num momento de crise como esse”, acrescentou.

“Eu já conhecia o governador e fiquei impressionado com a atenção que ele dá ao desenvolvimento econômico. Esse tipo de apoio é muito importante, principalmente a segurança jurídica. Ela é fundamental para que o empreendedor tenha confiança em investir”, destacou Jarsonn Chua. A comitiva segue hoje para São Paulo, onde fica até o próximo sábado (12). Durante a reunião o secretário de Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo, destacou aos empresários a construção de um projeto ambicioso para o Rio Grande do Norte: o Parque Tecnológico do estado – uma área que vai receber empresas interessadas em investir em pesquisa em quatro vetores de desenvolvimento.

Os vetores são as áreas de energias renováveis; pesca de atum, camarão e lagosta; mineração; e Tecnologia da Informação. “O governo vai conceder o terreno já todo urbanizado e as empresas poderão contar com crédito do BNDS (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para construir instalações e desenvolver as pesquisas”, apontou Azevedo.

O projeto é baseado no Parque Tecnológico de Portugal. Da parte do governo, através de financiamento do Banco Mundial no RN Sustentável, serão investidos cerca de R$ 20 milhões, conforme o governador. O projeto já está em fase de iniciação. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *