Estação de Tratamento recebe 60 toneladas de lixo por mês em Natal

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO

Sessenta toneladas. Esta é a quantidade de lixo retirada mensalmente da Estação de Tratamento de Esgotos do Baldo, n localizado na Zona Leste de Natal . De acordo com dados divulgados pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), um levantamento feito na estação contabilizou que 700 toneladas de lixo sólido foram retiradas em um ano.

Ainda de acordo com a Caern, foram gastos com a limpeza dos resíduos mais de R$ 120 mil. Segundo a companhia, o valor foi utilizado para retirar o material do esgoto e enviar para aterros sanitários.

Além de aumentar o custo do tratamento, a companhia ainda alertou que a presença de resíduos sólidos atrasa o processo de tratamento do esgoto. Segundo a Caern, o montante gasto e o atraso poderia ser evitado se a rede de esgotos recebesse apenas o que é dimensionada para transportar.

De acordo com a engenheira civil Juliana Delgado, responsável pela Estação de Tratamento, além de elevar os custos do tratamento, a presença de lixo na rede ocasiona prejuízos à população como intervenções no trânsito para fazer as desobstruções na rede de esgoto, maus odores, ruídos, contaminação das vias públicas com esgoto não tratado e possibilita a presença de roedores além de contribuir para disseminação de doenças de veiculação hídrica.

“A presença de resíduos sólidos na rede pode causar entupimentos na rede coletora de esgoto, levando os efluentes a transbordar em vias públicas ou ainda retornar para as residências”, explicou a engenheira.

A Estação de Tratamento de Esgotos do Baldo é responsável pelo tratamento dos degetos dos bairros de Mãe Luiza, Areia Preta, Praia do Meio, Santos Reis, Rocas, Ribeira, Petrópolis, Cidade Alta, Tirol, Barro Vermelho, Alecrim, Nova Descoberta e parte de Lagoa Seca, Quintas e Lagoa Nova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *