Jucurutu: Policial Militar, de folga, consegue salvar vida de criança que estava engasgada e sem respirar

 

Foto: Blog PM Jucurutu
Foto: Blog PM Jucurutu

O Blog PM Jucurutu destacou uma grande e importante atitude de um PM na noite de ontem. Acompanhe a matéria do Blog PM Jucurutu:

“Na noite desta segunda-feira, 02 de novembro, uma ação praticada por um Policial Militar foi motivo de muito agradecimento por parte de uma família na Cidade de Jucurutu.

Tudo teve início quando uma criança, nascida há poucos dias, filha do jucurutuense Fábio Bezerra Gonçalves, estava dormindo e acordou engasgada com secreção, que ainda restou do parto.

Nesse momento, o Cb PM Nunes, que estava na casa de sua filha, que fica vizinha à família de Fábio Bezerra, percebeu a movimentação e logo foi ver o que estaria acontecendo. Percebendo ele que se tratava de uma criança engasgada, rapidamente, e de forma profissional, pegou o menino em sua mão, o colocou de bruços e deu início a massagens em suas costas.

Com esse procedimento e a retirada da secreção das vias respiratórias do menino, o Cabo Nunes percebeu que ele voltou a respirar. Em seguida a criança foi levada ao Hospital local, onde foi examinada e passa bem.

Nós, do Blog PM Jucurutu, fizemos contato com Fábio Bezerra, pai do menino, que é seu primeiro filho, o qual nos disse, emocionado, o quanto é grato à atitude do Cabo Nunes. “Meu filho estava roxo e sem respirar. Se não fosse Nunes, ele teria morrido. Devo isso a ele e o agradeço demais pela vida do meu filho”, disse Fábio ao nosso Blog.

Quanto ao Cabo Nunes, este nos disse que conseguiu realizar o procedimento graças às instruções que teve no Curso de Nivelamento para Cabos da Polícia Militar, que concluiu há poucos meses, na Capital do Estado.”

Do Blog

Nosso Blog parabeniza o PM-Cabo Nunes pela ação rápida e demonstração de preparo num momento inesperado salvando a vida de uma criança e hoje o policial deixa a população bastante orgulhosa e se torna um verdadeiro herói! Parabéns!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *