Fifa elimina cartola corrupto que denunciou esquema na entidade

Chuck Blazer

Foto: Divulgação

A Fia decidiu banir mais um cartola do futebol por causa dos escândalos de corrupção que vieram à tona em maio deste ano. Trata-se do americano Chuck Blazer, ex-dirigente da entidade, que se declarou culpado no caso e foi um informante chave para as autoridades investigarem o esquema de suborno e propina no futebol. Assim, ele fica banido de qualquer atividade relacionada ao esporte bretão para o resto da vida.
– Blazer cometeu muitos atos de má conduta de forma contínua e repetida durante seu mandato como dirigente em vários postos de alto nível na Fifa e na Concacaf (Confederação da América do Norte, Central e Caribe) – afirma um comunicado da entidade.

A comissão de ética da Fifa alega que Blazer, ex-aliado do presidente da Fifa, Joseph Blatter, “desempenhou um papel chave” ao “propor, aceitar ou efetuar pagamentos ilegais, subornos ou comissões”.

O cartola americano colaborou 16 meses com o FBI e suas revelações fizeram estourar o maior escândalo de corrupção da história da Fifa, levando a entidade a passar por uma grave crise, que culminou até com a renúncia do seu presidente, Joseph Blatter.

O milionário Chuck Blazer foi secretário-geral da Concacaf entre 1990 e 2011 e integrante do comitê executivo da Fifa entre 1997 e abril de 2013.

Terra Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *