EMPARN registra poucas chuvas no fim de semana

poucas chuvas

 

A gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) registrou poucas chuvas no último fim de semana. Dos quase 200 postos pluviométricos monitorados apenas 28 registraram a ocorrência de chuvas e, na sua grande maioria, precipitações de baixa intensidade. As maiores ocorrências foram registradas em Maxaranguape, com 15 milímetros (mm); Senador Georgino Avelino, 13,4mm; Natal, 11,0mm; Baía Formosa, 9,4mm; Canguaretama, 8,6mm e São Gonçalo do Amarante, 7,1mm. Choveu ainda em Taipu, Parnamirim, Nísia Floresta, Espírito Santo e Montanhas. Em outras regiões choveu em Caiçara do Rio dos Ventos, Lagoa Nova, São Bento do Trairi, Pedro Avelino, Cerro Corá, Campo Redondo, Passa e Fica, Lagoa de Pedras, Santo Antonio, Barcelona, Sítio Novo, Vera Cruz, Nova Cruz, Boa Saúde, Bento Fernandes, Ielmo Marinho e Japi. PREVISÃO Para o período de 10 a 17 julho no Rio Grande do Norte é esperado que as chuvas continuem ocorrendo sobre a faixa litorânea leste do Estado, só que em menor quantidade com relação às semanas anteriores. São esperadas chuvas fracas com valores variando entre 5 e 30mm para a Faixa Litorânea. Para o interior, não são esperadas chuvas em volumes expressivos, apenas a predominância de céu parcialmente nublado a claro, segundo a gerência de Meteorologia. Na análise da chuva durante a primeira semana de julho no Rio Grande do Norte é observado que no interior do Estado predominaram índices pluviométricos com valores abaixo de 10 milímetros (mm), com algumas áreas isoladas na região do Alto Oeste em que as chuvas acumuladas superaram os 50 mm. Já nos setores Leste e Agreste do Estado, durante a semana foi observado um aumento na ocorrência de chuvas devido à mudança na condição do vento, associada à presença de uma frente fria sobre o sul da região Nordeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *