Após ser levado vivo a necrotério, paciente morre em UTI de Cuiabá

Achado vivo no necrotério, Vitalino foi para UTI, mas morreu nesta segunda.
Achado vivo no necrotério, Vitalino foi para UTI, mas morreu nesta segunda.

 

A Prefeitura de Cuiabá emitiu nota informando que lamentavelmente o homem de 58 anos encontrado com sinais vitais dentro do necrotério do Pronto-Socorro de Cuiabá na última sexta-feira morreu por volta das 12h desta segunda-feira (20).
Vitalino Ventura da Silva havia sido internado no Pronto-Socorro (PS) no último dia 15 e teve duas paradas cardíacas na última sexta-feira, quando teve a morte equivocadamente atestada. Ele foi encaminhado ao necrotério, onde foi encontrado com sinais vitais uma hora depois. Uma sindicância deverá apurar as circunstâncias e responsabilidades de funcionários do PS no caso.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o paciente teve a morte efetivamente atestada nesta segunda-feira, de modo que seu corpo já está sendo transferido ao Instituto Médico Legal (IML) para que seja determinada a causa da morte e para que seja registrado o atestado de óbito.

Também conforme a nota de esclarecimento, foi encaminhada uma solicitação para que o Conselho Regional de Medicina (CRM) apure a conduta dos profissionais de medicina envolvidos.

Solicitação idêntica já foi feita pelo Ministério Público ao CRM e ao Conselho Regional de Enfermagem, bem como à Polícia Civil, para que instaure inquérito sobre as responsabilidades criminais da equipe médica. O próprio Ministério Público poderá instaurar inquérito sobre eventual ato de improbidade administrativa no caso.
Depois de dar entrada no PS no dia 15, Vitaliano Ventura da Silva sofreu duas paradas cardíacas na Sala Vermelha no dia 17. Reanimado após a primeira parada cardíaca, depois da segunda ele não reagiu e foi equivocadamente dado como morto, tendo sido encaminhado ao necrotério do PS em seguida, por volta das 23h, segundo anotações de uma médica que o acompanhou.

Uma pessoa que passava pelo necrotério, entretanto, estranhou os movimentos do lençol que cobria o corpo do paciente deixado numa maca dentro do necrotério. Por volta de 0h de sábado ele já havia sido encaminhado de volta à Sala Vermelha do PS. Ele ficou lá até a noite de domingo (19), quando foi levado para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde acabou morrendo por volta das 12h desta segunda-feira, segundo nota publicada pela Prefeitura.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *