Cesta básica do paulistano fica 2,11% mais cara em junho

 

Consumidora no mercado: em média, os alimentos subiram 2,71%, enquanto os produtos de limpeza caíram 0,95% e os de higiene pessoal ficaram 0,30% mais baratos
Consumidora no mercado: em média, os alimentos subiram 2,71%, enquanto os produtos de limpeza caíram 0,95% e os de higiene pessoal ficaram 0,30% mais baratos

São Paulo – O preço da cesta básica na cidade de São Paulo subiu 2,11% de maio para junho, de acordo com pesquisa da Fundação Procon-SP. O preço médio da cesta passou de R$ 435,45 no dia 29 de maio para R$ 444,62 em 30 de junho. ]No ano, o aumento acumulado é de 5,15%. Em 12 meses, a cesta está 9,63% mais cara.

Dos 31 produtos pesquisados, 20 ficaram mais caros em junho, 10 ficaram mais baratos e um não sofreu variação de preço. Em média, os alimentos subiram 2,71%, enquanto os produtos de limpeza caíram 0,95% e os de higiene pessoal ficaram 0,30% mais baratos.

As maiores altas foram registradas no preço da batata (18,89% o quilo), extrato de tomate (7,63% a embalagem de 340-350 gramas), cebola (5,64% o quilo), ovos brancos (4,92% a dúzia) e salsicha avulsa (4,12% o quilo).

Os preços que mais caíram foram os de papel higiênico fino branco (3,81% o pacote com 4 unidades), água sanitária (3,13% o litro), café em pó (1,97% o pacote de 500 gramas), biscoito maisena (1,88% o pacote de 200 gramas) e detergente líquido (1,60% a embalagem de 500 mililitros).

 

EXAME.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *