Agora vai! Aplicativo transforma seus exercícios físicos em milhas

8efcfb80-201e-11e5-81e5-0d850ea9ea48_exercicio-fisico-diabetes

Por Yahoo Notícias

Perder peso é sempre um fardo. Segunda-feira, por exemplo, é o dia oficial das dietas-que-começam-e-nunca-terminam. Pois bem, o seu, o meu, o nosso problema acabou. Ou pelo menos ganhamos um bom incentivo: um app que transforma exercícios físicos em milhas aéreas.

O aplicativo é o Mova Mais, existe desde 2013, mas começou a bombar agora. Ainda assim, está apenas em fase beta. São 20 mil usuários inscritos que irão colaborar com a fase de testes para que os algoritmos principais sejam construídos.

A proposta inicial do aplicativo é que 30 minutos de exercícios diários podem formar combos e render pontos, que serão trocados por milhas. As modalidades são caminhada, corrida e ciclismo, que serão medidas por aplicativos já existentes.

“O governo precisa investir à medida que os recursos cheguem” diz deputado

GETÚLIO

Foto: João Gilberto

O deputado Getúlio Rêgo (DEM) chamou atenção, nesta quarta-feira (1º), para a situação das áreas que se encontram em situações críticas no Rio Grande do Norte, como Saúde, Segurança, Recursos Hídricos e Agricultura. O parlamentar destaca que o Governo precisa investir à medida que os recursos cheguem.

“Havendo ampliação da arrecadação do Estado, as secretarias precisam promover os investimentos. A Secretaria de Saúde, por exemplo, precisa receber os repasses para tirar o povo do sofrimento”, disse Getúlio Rêgo.

O deputado falou ainda que é preciso ter respostas mais efetivas para as populações que sofrem com a falta de água e faz um apelo ao Governo do Estado para que se reúna com as secretarias de Recursos Hídricos, Agricultura, Segurança, Saúde e com a Emater para que encontrem soluções.

Em Portugal, funciona um banco que lida com tempo, ao invés de dinheiro

Banco

No banco de tempo, pessoas fazem serviços para as outras, em troca de benefícios gratuitos

Fonte: Rede Globo

Já ouviu a expressão “tempo é dinheiro”? Em um banco de Santa Maria da Feira, em Portugal, ela é bem real. Porque ali, os voluntários não lidam com dinheiro, mas com tempo. Ao invés de lucros, o Banco do Tempo persegue outro objetivo: a felicidade das pessoas.

Funciona assim: um eletricista se inscreve no Banco do Tempo, se oferecendo para trocar as lâmpadas de uma casa. Após uma hora de trabalho, ele tem direito a uma hora de um serviço qualquer que ele precise. Por exemplo, aula de informática. O professor de informática, por sua vez, tem direito a uma hora de massagem e por aí vai. (Entenda como funciona no vídeo, clicando aqui
Há um pouco de tudo nesse projeto: troca de lâmpadas, limpeza, cursos de idiomas, massagens, pessoas dispostas a passar roupa e até a ensinar a andar de bicicleta.
Os bancos de tempo existem em Portugal há 13 anos, e na pacata Santa Maria da Feira, chegou há um ano e meio. Quem levou para lá foi a economista aposentada Margarida Portela, que destaca:
— É o projeto da minha vida! — resume.

Absurdo: Google Photos identifica um casal de negros como gorilas

Casal

 

Reprodução/Twitter

Do Portal Yahoo 

A tecnologia jogou — e muito — contra o Google. A empresa criou o Google Photos, que usa um sofisticado sensor de reconhecimento para identificar não apenas indivíduos, mas objetos e outros seres em fotos. O problema é que dois negros foram identificados como gorilas.

“Google Photos, vocês f… tudo. Minha amiga não é um gorila”. Com essa frase que Jacky Alciné, morador do Brooklyn, em Nova York, anunciou o Twitter o erro do aplicativo. Daí para frente uma enxurrada de críticas tomou conta das redes sociais, todas apontando o erro crasso na identificação.

Não demorou muito para que a resposta da empresa viesse. E veio por meio de Jonatan Zunger, chefe de arquitetura social do Google. Poucas horas depois a imagem foi removida e o responsável pela denúncia afirmou que o Google se comprometeu a melhorar o sistema.

“Estamos horrorizados e genuinamente tristes que isso tenho acontecido. Estamos tomando medidas imediatas para evitar que este tipo de resultado volte a aparecer. Ainda há claramente um monte de melhorias a fazer com a rotulagem automática de imagens e estamos olhando como podemos evitar esse tipo de erros”, declarou o Google em nota.

 

 

Emocionante: Companhia aérea realiza sonho de criança que teve as pernas amputadas

criança

Foto: Reprodução

 

Do Yahoo Notícias

 

 

Em 2013, o pequeno chinês Li Haifeng, atualmente com quatro anos, sofreu um grave acidente de carro e teve que amputar as pernas.
Mesmo em sua nova condição, sua energia na recuperação foi tamanha que ele contagiou o hospital. E, por isso, recebeu um presente especial.

Tudo começou com um vídeo (assista aqui)  que seus familiares postaram de uma festa que a criança fez em sua cama de hospital.
O vídeo comoveu as pessoas e ele já ganhou US$ 80 mil em doações para o tratamento. Mas seu maior sonho era “ter asas e voar”. E a China Easter Airlines o deu essa condição.

Tocada com a história de Li, a companhia fez do menino piloto por um dia. Ele foi à cabine, conheço a tripulação e sentiu, pelo menos no sentido figurado, como era ter asas e voar.
“Li nunca tinha entrado num avião, ele estava feliz demais mesmo”, afirmou um representante da companhia que acompanhou a criança durante o trajeto.

 

Hospital Mons. Walfredo Gurgel recebe investimento de R$ 3,5 milhões de reais em equipamentos

equipamentos

Os recursos para a compra dos equipamentos provem do Programa SOS Emergência

 

Fonte: ASCOM/SESAP

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) começa a receber mais equipamentos do Programa SOS Emergência, do Ministério da Saúde (MS). Foram entregues em junho: quatro focos cirúrgicos de LED, 14 monitores multiparâmetros, dois ventiladores de transporte (portáteis) e oito ventiladores pulmonares (estes dois últimos já em funcionamento na UTI Cardiológica). Até o final do ano, ainda será repassada ao HMWG mais uma série de equipamentos que, somada aos já entregues, totalizam um investimento de R$ 3.5 milhões. Ao todo, serão entregues pelo MS ao HMWG 13 tipos de equipamentos, em um total de 67 máquinas. São esperados para este segundo semestre: um novo tomógrafo, um aparelho de raio-x portátil, cinco sistemas de suporte de ventilação não invasiva (Bipap), um arco cirúrgico digital, cinco carros de emergência, 28 carros de maca avançados, um aparelho de ultrassom, cinco furadeiras cirúrgicas e quatro carros de anestesia. A diretora geral do HMWG, Maria de Fátima Pereira Pinheiro, conta que os contatos para adesão ao Programa SOS Emergência foram iniciados em novembro de 2012. “Naquele momento, tivemos as primeiras orientações sobre gestão hospitalar, formamos o Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar (NAQH) e nos capacitamos. Hoje estamos colhendo os frutos de todo esse trabalho”, afirmou. Atualmente 23 hospitais brasileiros compõem o Programa SOS Emergência. Destes, o Walfredo Gurgel foi o 12º a ser inserido. A atual política de qualificação do MS para as unidades de urgência por todo o país também oferece amparo através de repasses financeiros e realização de cursos, inclusive de pós-graduações em gestão hospitalar.