SEAPAC faz obras, e prefeito sai bem na foto

10151403_979951195369746_5487912033514617315_n

O projeto do SEAPAC  não tem nenhuma ligação política, exceto as vistas que o prefeito anda fazendo junto a sua equipe de fotógrafos.

Cisternas-SETHAS-Jucurutu-Damião-Santos-11-300x168

O que não foi mostrado pela equipe da ASSECOM do município, é que Dona Maria do Socorro, do sítio Riachão, está feliz com a conquista da cisterna (Foto: cedida)

 

Fonte: SEAPAC: A vida de 204 famílias de comunidades do município de Jucurutu, situado na região Seridó, do Rio Grande do Norte, não é nada fácil, com a dificuldade de acesso à água de beber de qualidade. Mas a situação vai melhorar a partir deste ano. Elas estão conquistando as cisternas de primeira água (P1MC), destinadas ao consumo humano. A construção está sendo feita pelo Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários (SEAPAC). Os recursos são do contrato 013/2014, firmado entre o SEAPAC e a Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (SETHAS), do Governo do Estado.

Maria do Socorro da Fonseca Silva, da comunidade Riachão, zona rural de Jucurutu, é uma das famílias que conquistaram as cisternas. Ela mora na comunidade desde que nasceu, há 30 anos. Para ela, a vida agora vai ser ótima, com a conquista da cisterna. “A gente precisava muito da cisterna, pra juntar água. Antes, a gente pegava água de cacimba, lá no riacho, distante da casa. Agora, a gente tem água franca, potável e limpa pra gente beber. Vai melhorar muito a qualidade de vida da gente”, disse.

Na conversa com um dos animadores de campo do SEAPAC, que acompanha a construção das cisternas nas comunidades, Maria do Socorro disse que o trabalho foi mais rápido do que imaginava. “Foi rápido e bem feito. O SEAPAC é uma empresa muito responsável. Estamos felizes”, assegurou. Cada cisterna da primeira água tem capacidade para acumular até 16 mil litros de água de beber, suficiente para uma família ter água de qualidade no período da estiagem (até seis meses).

 

Quem quiser acessar a notícia no site do SEAPAC, segue o link Mais de 200 famílias de Jucurutu conquistam cisternas da primeira água

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *