Deputados recebem comissão de professores da UERN

unnamed (7)

Foto: Gabriela Freire

Os deputados Fernando Mineiro (PT), Nélter Queiroz (PMDB), Getúlio Rêgo (DEM), Souza (PHS) e George Soares (PR) receberam, na manhã desta terça-feira (2), uma comissão formada por servidores da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte.

Os representantes alegam quebra de acordo firmado com o Governo do Estado, que contempla uma série se reivindicações, entre elas o reajuste salarial. A pauta da categoria é formada por 10 pontos, dos quais nove tratam de questões de infraestrutura e qualidade de trabalho dos docentes.

“Queremos um diálogo com o Governo do Estado. O acordo firmado ainda em 2014 estipulou um reajuste de 12,035% ao ano, ao longo de quatro anos. Esse valor é uma atualização do salário do professor universitário. Quando chegamos agora em 2015, no período de cumprir o acordo, fomos avisados que o governo não teria condições”, disse o presidente da Associação dos Docentes da UERN, Valdomiro Morais.

Líder do Governo na Casa, o deputado Fernando Mineiro (PT) afirmou que a Assembleia possui interesse em resolver a questão. “Vamos formar uma comissão de deputados para ajudar no processo político e intermediar na defesa dos interesses da UERN. O governo tem interesse em cumprir o acordo, mas há a questão orçamentária, do Limite Prudencial”, disse.

Souza diz que UERN não é responsável por crise financeira do Estado

O impasse entre o Governo do Estado e os servidores da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), em greve desde a semana passada, foi o tema do pronunciamento do deputado Souza Neto (PHS) na manhã desta terça-feira (2), na sessão ordinária da Assembleia Legislativa. Alunos e professores da instituição estavam presentes na galeria da Casa e também foram recebidos pelos parlamentares.

“Há um movimento orquestrado para desviar o foco do problema financeiro do Estado, atribuindo à UERN a responsabilidade da crise que passa o Governo. A Universidade não está quebrando o Estado e esse intento de colocar a instituição como bode expiatório da crise é inadmissível”, disse Souza.

O parlamentar ressaltou a importância da Universidade para o Estado do Rio Grande do Norte, com 10.970 alunos e campus espalhados por diversas regiões do Estado. “A UERN transforma vidas, forma profissionais e dissemina o conhecimento”, completou Souza.

Em apartes, os deputados Getúlio Rego (DEM), Márcia Maia (PSB), George Soares (PR) e Carlos Augusto Maia (PTdoB) se somaram ao pronunciamento de Souza Neto. Fernando Mineiro (PT) disse que o Governo enviou uma nota dizendo que não tem condição de dar reajuste salarial e que a Assembleia deverá receber uma comissão da Universidade. “Devemos intermediar essa situação. Dizer que a UERN é responsável pela crise, é não conhecer as finanças do Estado e nem a UERN”, disse Mineiro.

O deputado Nélter Queiroz (PMDB) levantou a importância da discussão sobre a federalização da UERN. Para ele, o custeio da instituição de ensino superior é de responsabilidade do Governo Federal. “O Governo do Estado não tem recursos para melhorias das estradas, que é de responsabilidade dele. Por que não entregar a UERN para o Governo Federal? Eu sou a favor da UERN, mas acredito que o Governo do Estado não tenha como bancar a instituição”, disse ele.

Souza Neto encerrou a discussão lembrando os recursos que o Governo do Estado paga pela parceria para a construção da Arena das Dunas, que segundo ele também não é de sua competência. “Será que é mais importante do que manter a UERN, que transforma vidas?”, questionou ele.

Natal: População derruba casa de acusado de assassinar a psicóloga Natália Tâmara

wj

wf3

wf2

Fotos: Wendell Jeferson

O imóvel em que morava o réu confesso do assassinato da Psicóloga Natália Tâmara, em São Gonçalo do Amarante, Na Grande Natal, foi derrubado por populares revoltados com o crime que chocou a cidade.
O acusado, Carlos André, esteve durante toda a manhã acompanhado de policiais da Delegacia de Homicídios, Choque além de policiais do 11° Batalhão para a realização da reconstituição do crime.

 

Com informações do Blog do BG

Reitor da Uern é recebido pela Senadora Fátima para um diálogo sobre greve dos professores

fatima_UERN

Foto: Divulgação

“As medidas objeto de redução considerável de gastos, formatadas recentemente na Uern, possibilitaram o ajuste nas despesas necessário para o cumprimento do acordo”, frisou o reitor à senadora. Ele agradeceu o empenho de Fátima no sentido de contribuir mais uma vez para que o impasse seja solucionado. “Não é de hoje que esta parlamentar nos ajuda e ajuda a educação do Estado”, completou ele.
A senadora Fátima Bezerra afirmou que a sensibilidade do governador Robinson Faria e a disposição que tem demonstrado para o diálogo com as categorias do funcionalismo público vão ajudar na solução do impasse. “O governador continuará unindo todos os esforços para que a reivindicação dos professores seja atendida. O diálogo, como sempre, é o melhor caminho”.

Blog Robson Pires