“Houve gritaria” diz piloto do Avião que levava Luciano Huck e Angélica

“Deu uma falha, pane na bomba de combustível”.
A declaração foi do piloto Osmar Frattini, de 52 anos, que fez o voo forçado no avião que levava os apresentadores Luciano Huck e Angélica, com os 3 filhos e duas babás no Mato Grosso do Sul neste domingo.

Ele disse que a falha aconteceu quando sobrevoava a Serra de Maracaju e ele procurou uma área de pastagem para pousar.

“Deus ajudou. Não podia baixar o trem de pouso”.

O pouso forçado ocorreu 10 minutos antes de terminar a viagem.

Houve gritaria dentro do avião.


Informações do Blog Thaisa Galvão

Avião com Luciano Huck e Angélica faz pouso forçado no MS

12sorrisosnatal

Foto: Reprodução do instagram do apresentador

O avião em que estavam Luciano Huck, sua mulher, Angélica, e os três filhos do casal fez um pouso forçado no município de Rochedo, no Mato Grosso do Sul, por volta das 11h deste domingo (24). Após o acidente, o casal foi levado para a Santa Casa de Campo Grande para ser atendido.
A apresentadora sofreu escoriações, mas todos passam bem.
De acordo com a rádio BandNews, o avião fez um pouso forçado a 30 metros de uma rodovia após sofrer uma pane na bomba de combustível. A aeronave é um bimotor do modelo Carajá.

Luciano Huck e Angélica estavam no Refúgio Ecológico Caiman, no Pantanal, onde gravavam matérias para seus programas. Ambos haviam postados fotos em suas contas do Instagram no dia anterior.

Além de Huck, Angélica e seus filhos, o avião também levava duas babás e a tripulação. Ninguém se feriu com gravidade.

 

Terra Notícias